Tati Cabeluda

a pluralidade singular de uma enjubada…


2 Comentários

caleidoscópio…

[aos 44 anos, este gostinho de novo a embasbacar...]

e
ao seu lado
a vida
torna-se um
caleidoscópio.
cores,
brilhos
e
ocê,
apenas ocê
multiplicam-se
a cada olhar,
cada entrega.

Tipiti

Anúncios


1 comentário

ontem sonhei c’ocê…

[cartas que nunca enviarei…]

acordei em prantos.
uma saudade,
aquela mesma angustia da infância.
ontem sonhei c’ocê…
com o peito apertado,
paro,
respiro fundo,
seco as lágrimas,
repenso sobre tudo que se passou naquele intenso e real pesadelo.
é,
as tão sonhadas palavras de perdão,
abraços e olhares
quentes e sinceros…
tudo não passou de um sonho.
há anos este me persegue,
cada vez mais distante e doloroso.
o mais triste nisso tudo, pai,
não é sonhar constantemente com aquilo que parece estar cada vez mais distante.
é ainda ter a esperança em alguém
que não admite seus próprios erros
e
que ainda há tempo de mudar.

Tati


Deixe um comentário

Oskestra Rumpilezz no Sesc Consolação – 01/Abr

no dia primeiro de Abril e não é mentira!

o quê: show da Orkestra Rumpilezz
onde: no Sesc Consolação – Rua Dr. Vila Nova, 245 – Vila Buarque (próximo do metrô Paulista)
quando: 01/ abril, às 19h
quanto: GRATUITO (retirada de convites uma hora antes do espetáculo)
classificação: LIVRE
mais infos: 11 3234-3000

“Me vejo diante de uma partida de xadrez.
De um lado, peças Negras ‘de branco’, na verdade apenas o Rei, os Bispos e Cavalos, articulando minuciosamente um xeque-mate.
Do outro, um exército trajado de incógnitas culturais e olhares ávidos.” (leia mais aqui)

rumpilezz

divulgação

Um pouco mais…
Atribuindo à ancestral música baiana uma roupagem harmônica moderna, o maestro, compositor, arranjador e saxofonista Letieres Leite criou a Orkestra Rumpilezz (com K como no original grego). O grupo de percussão e sopro tem suas composições e arranjos concebidos a partir das claves e desenhos rítmicos do universo percussivo baiano.
Com as composições inspiradas na cultura rítmica do centro de Salvador, nos toques de orixás da música sacra afro-baiana, em grandes agremiações percussivas, como o Ilê Aiyê, Olodum e em Sambas do Recôncavo, a nova amálgama é repleta de significações, sensibilidade rítmica e uma influência jazzística em formato de Big Band.
A Orkestra de 26 integrantes tem em seu nome a representatividade dos três atabaques do candomblé: o Rum, o Rumpi e o Lé, acrescido do ZZ de Jazz. Ao longo de três anos, a Rumpilezz já trouxe ao palco grandes nomes da música mundial Ed Motta, Armandinho Macêdo, Toninho Horta, Stanley Jordan, Retrofoguetes e Max de Castro.

até lá,

Tati Moraes

dica: não poderá ir, mas sabe o quanto é imperdível, acompanhe online e ao vivo www.instrumentalsescbrasil.org.br


Deixe um comentário

Os Opalas e sua Mistura Cultural – 22/ Mar

o quê: lançamento oficial do CD Mistura Cultural da banda Os Opalas
onde: no Itaú Cultural – Av. Paulista, 149 – Paraíso
quando: 22/ março (sexta), às 20h
quanto: GRATUITO (retirada de convites uma hora antes do espetáculo, até dois convites por pessoa)
mais infos: itaucultural.org.br e 11 2168 1777

osopalasA apresentação faz parte do Toca Brasil, programa que, desde 2004, promove a diversidade da música brasileira.
Nesta sexta, contarão com as participações especiais de Nereu (Trio Mocotó) e o rapper Max B.O.

Um pouco mais…
Na trilha antropofágica, a banda Os Opalas devora diferentes influências culturais e as transformam em combustível para o novo disco “Mistura Cultural”, que será lançado no dia 22 de março no Itaú Cultural, em São Paulo.
Samba, Soul, Groove, Reggae, Rap, Afrobeat e Rock fazem parte da combinação de ritmos e culturas que inspirou a banda neste novo trabalho. Música swingada brasileira no seu estado mais puro marca um novo período para o quarteto que acaba de completar 10 anos.

Conheça as músicas no Grooveshark da banda.

até lá,

Tati Moraes


Deixe um comentário

invenit…

eu, por você...

eu, por você…
Paranapiacaba – Fev/2013
(acervo pessoal)

[aos poucos, ao me permitir…]

nestes últimos dias,
descobri que,
melhor do que me perder em mim
é
ser encontrada por você…

Tati Moraes

glossario imaginário:
invenit, do latim, encontrada (o).

ao som de Acaso – Leo Cavalcanti


4 Comentários

por onde andei…

borboletas no asfalto
Vila Mariana/ 2011 – acervo pessoal

por onde andei…
muitos vêm
tantos vão
outros voltam.
nem um ficou.
quando desfrutamos de algo verdadeiro
algo que além de nos completar,
nos transborda
transforma
renova
raramente nos contentamos com o suficiente.
nos reencontraremos
pois o inusitado está a nosso favor.

Tati Moraes


4 Comentários

hoje é meu ‘desaniversário’, o mundo não acabou.

[desabafos de uma mente em reconstrução emocional]

hoje é meu ‘desaniversário’, o mundo não acabou.
está recomeçado.

os 44 anos, na verdade 25 anos, 1 mês, 1 hora e 9 minutos cronologicamente, têm pesado em minhas costas.
percebo que até então nada fazia muito sentido, mesmo desfrutando de tantas vivências ao lado de grandes pessoas, havia algo a ser conquistado, uma lacuna.
até então, sempre me ensinaram, a Vida e seus desgastes emocionais que, daqui nada seria levado a não ser as boas lembranças, sorrisos conquistados, palavras bem ditas.
mas trocaria tudo isso pela certeza de um amor.
não.
nada disso, sabe que não sou uma romântica.
quando digo amor, em resumo, quero dizer aquele que incondicionalmente aprendemos a ter quando simplesmente existimos, o de Mãe.
sempre tive ao meu lado alguém que, sem perceber não se entregava, não se permitia ser mãe por inúmeros acasos…
e foi neste ano, há poucos meses, tudo aconteceu.
no momento acreditei que um passo atrás estava sendo dado.
como a Vida é surpreendente!
a doçura do seu olhar, a força e fraqueza do seu semblante, mãos calejadas me permitiram, nos permitiram nos aproximar.
o melhor dos melhores presentes, a melhor das melhores comemorações.
hoje ainda não estou em paz.
há muitas coisas a serem conquistadas, porém tenho a certeza deste amor.
agora, todas as noites, aguardo por sua chegada.
uma inexplicável saudade.
mesmo cansada, não hesita em me visitar.
para dizer um ‘oi’, como foi seu dia e/ ou trazer uma marmitinha de algo gosto que fez.
como a amo e queria sair pelas ruas gritando isso…
mas palavras não são suficientes, ainda bem!

…este, dedico ao amor que todos vocês amigos me proporcionaram e preencheram durante tantos anos…

Tati Moraes

glossário imaginário
romantismo: a Era do Romantismo permeou o movimento socio cultural durante o século XIX.
em resumo, fugiam da objetividade, razão, inspirados pela saudade, utopia, egocentrismo. entregavam-se a boêmia, vícios, desilusões, morte em suas criações artísticas e vidas pessoais.